Segunda, 27 de Maio de 2024

DólarR$ 5,17

EuroR$ 5,61

Santos

20ºC

PRAIA GRANDE

Prefeitura entrega viaturas para atuar no projeto Patrulha Guardiã Maria da Penha

O projeto Guardiã Maria da Penha foi instituído em Praia Grande pelo decreto 7302, de 12 de agosto de 2021, e contou com capacitação de 31 guardas civis municipais que foram selecionados para participar do projeto

da Prefeitura de Praia Grande

19/12/2023 - terça às 00h01

Guardas municipais foram capacitados para agir em casos de violência contra a mulher - PMPG

Duas viaturas da Guarda Civil Municipal (GCM) de Praia Grande  caracterizadas especialmente para atuar no Projeto Guardiã Maria da  Penha foram entregues. O trabalho será  realizado em parceria com o Ministério Público do Estado de São Paulo  e tem como objetivo garantir o cumprimento de medidas protetivas  concedidas às mulheres vítimas de violência doméstica.

O projeto Guardiã Maria da Penha foi instituído em Praia Grande pelo  decreto 7302, de 12 de agosto de 2021, e contou com capacitação de 31  guardas civis municipais que foram selecionados para participar do  projeto.  As equipes realizarão visitas domiciliares periódicas e  acompanhamento do cumprimento das medidas protetivas aplicadas pelo  Poder Judiciário, entre outras ações como o encaminhamento à Delegacia  de Polícia ou serviços sociais, quando necessário.

As viaturas contam com design específico, nas cores azul,  característica da Guarda Civil Municipal, e pink para simbolizar as  mulheres. Panfletos sobre o programa estão sendo distribuídos pelos  principais pontos da Cidade para que as mulheres se informem sobre a  iniciativa.

De acordo com o a promotora de Justiça responsável pela implantação da  parceria em Praia Grande, Roberta Bená Perez Fernandez, este é um  importante passo que a Cidade dá para oferecer uma nova vida às  mulheres que vivem amedrontadas por seus agressores. “Estou muito  feliz em ver o projeto ser desenvolvido em Praia Grande. As viaturas e  as equipes da GCM serão de extrema importância no acompanhamento dos  casos. Tenho certeza de que muitas vidas serão salvas e quem ganha com  isso são as mulheres da Cidade”.

Para a prefeita Raquel Chini, a implementação do projeto é resultado  de uma união de esforços da Prefeitura, do Ministério Público, do  Poder Judicário, e das polícias Militar e Civil com um objetivo comum:  cuidar de pessoas. “Nossas equipes estão preparadas para dar um  atendimento humanizado, com um olhar e escuta especiais, de forma a  amparar essas mulheres”.
A prefeita explicou ainda que as mulheres incluídas no programa terão  acesso a um aplicativo que funciona como um botão de pânico, tornando  o atendimento a essas mulheres mais ágil.

O programa conta ainda com a atuação de profissionais da Secretaria de  Assistência Social (Seas).

Deixe a sua opinião

Leia Mais

ver todos

TEATRO

CÁRCERE ou Porque as Mulheres Viram Búfalos da Companhia de Teatro Heliópolis chega à cidade de Pra

EVENTO

Procor SV fala sobre ações de combate ao racismo nas escolas a universitários de Santos

OBRAS

Avançam obras de novo espaço que acolherá mulheres vítimas de violência em Santos

2
Entre em nosso grupo