Segunda, 20 de Maio de 2024

DólarR$ 5,11

EuroR$ 5,55

Santos

21ºC

Litoral

Defesa Civil já visitou mais de 3 mil residências em morros

Moradores foram orientados sobre como agir em eventuais emergências no verão

Redação BS9

06/01/2022 - quinta às 10h23

Só nos morros Santa Maria e Nova Cintra foram 102 casas visitadas - (foto: Rogério Bomfim/PMS)

Na manhã desta quarta-feira, dia 5, o grupo técnico que compõe o Plano Preventivo da Defesa Civil de Santos (PPDC) visitou 102 residências em áreas de risco de deslizamento nos morros Santa Maria e Nova Cintra, orientando os moradores sobre como agir em eventuais emergências durante o período de chuvas de verão. Desde 1º de dezembro do ano passado, 3.169 já foram visitadas com este objetivo.
 
A equipe, composta por 12 pessoas vinculadas à Defesa Civil, Guarda Municipal e às secretarias de Saúde (SMS), Serviços Públicos (Seserp) e de Infraestrutura e Edificações (Siedi), distribuiu panfletos e prestou informações oralmente à população para que observem sinais que representam algum tipo de risco, como trincas nas paredes ou no terreno, degraus de abatimento ou rachaduras no solo, inclinações de árvores e postes, estalos nas paredes e muros estufados.
 
O agente da Defesa Civil, Vinícius Aguiar, explica que a ação é feita anualmente em época de chuvas fortes, entre dezembro e abril, priorizando residências localizadas em áreas de risco alto. “Visitamos as casas nos morros e encostas, que podem sofrer algum tipo de dano caso ocorram deslizamentos de terra ou queda de árvores, por exemplo”.
 
A munícipe Luciene Aparecida mora no bairro há 26 anos e aprovou a ação. “Eu fico mais tranquila em saber que estão fazendo este trabalho. Sempre que chove forte fico preocupada”.
Em casos de emergência, o munícipe pode acionar a Defesa Civil pelo 199 ou o Corpo de Bombeiros pelo 193. Também é possível se cadastrar para receber alertas de tempestades por SMS, enviando o CEP para o telefone 40199.  
 
Prevenção
O coordenador da Defesa Civil, Daniel Onias, explica que esse trabalho faz parte da preparação da população para enfrentar as situações de desastres. “Nosso objetivo é levar informações e dar condições para a sua autoproteção”.  
 
Além das visitas, a equipe técnica realiza reuniões periódicas do Núcleo Comunitário de Defesa Civil (Nudec) com a população, abordando assuntos como primeiros-socorros, prevenção e combate a incêndio e riscos geológicos.
 
Nesta semana, o grupo vai orientar moradores dos morros da Caneleira e Santa Maria. Até 30 de abril, quando se encerra o PPDC, o trabalho deve ser realizado em todas as áreas consideradas de alto risco pela Defesa Civil, totalizando cerca de 4 mil visitas.

Deixe a sua opinião

Leia Mais

ver todos

COMA BEM

Caminhão do Peixe em Guarujá tem pescados a preços acessíveis

CONTRA INVASÕES

Bertioga interrompe comércio ilegal de lotes em operação com a polícia ambiental

EVENTO

Domingueira da Saudade promete agitar Mongaguá em junho

2
Entre em nosso grupo