Segunda, 20 de Maio de 2024

DólarR$ 5,11

EuroR$ 5,55

Santos

21ºC

Tragédia anunciada?

Buscas por vítimas na tragédia em Capitólio são retomadas; morador de Ilhabela fez alerta há 10 anos

Participam da operação cerca de 50 militares, sendo 11 mergulhadores

Redação BS9

10/01/2022 - segunda às 10h00

Cinco corpos resgatados já foram identificados oficialmente - (foto: divulgação Corpo de Bombeiros)

As buscas por vítimas do deslizamento de parte de um cânion no lago de Furnas, em Capitólio, Minas Gerais, foram reiniciadas por volta das 6h30 desta segunda-feira, dia 10, pelo Corpo de Bombeiros.
 
As buscas foram suspensas durante a noite pela falta de visibilidade e também para preservar a segurança dos profissionais. Participam da operação cerca de 50 militares, sendo 11 mergulhadores, que agora buscam por possíveis vítimas que não tenham sido localizadas.
 
Identificação
Com os três corpos que foram encontrados neste domingo, dia 9, o número de mortos no acidente subiu para dez pessoas.
 
Após identificar um dos corpos como o de Júlio Borges Antunes, de 68 anos, de Alpinópolis (MG), a Polícia Civil de Minas Gerais identificou outros quatro corpos de vítimas do desabamento neste domingo.
 
As outras vítimas identificadas são Camila Silva Machado, de 18 anos, de Paulínia (SP); Mykon Douglas de Osti, de 24 anos, de Campinas (SP); Sebastião Teixeira da Silva, de 64 anos, de Anhumas (SP); e Marlene Augusta Teixeira da Silva, de 57 anos, de Itaú de Minas (MG).
 
Os outros cinco corpos resgatados ainda não foram identificados oficialmente. Todas as vítimas se conheciam e estavam hospedadas em uma pousada em São José da Barra.
 
As dez vítimas resgatadas até então estavam na mesma lancha, chamada Jesus. Entre elas, há uma família de quatro pessoas: pai, filho e os avós.
 
Tragédia anunciada
O médico Flávio Freitas, de 52 anos, mora em Ilhabela (SP) e esteve no local do acidente por duas vezes. Sua última visita foi em 2012 e na época ele postou uma foto nas suas redes sociais da mesma rocha que caiu neste sábado, dia 8. A legenda da foto era: "essa pedra vai cair".
 
Em entrevista com A Tribuna, ele lembrou que na época fez a postagem pois estranhou o tamanho e a largura da fenda, deixando evidente que era algo perigoso, e ainda lamentou que a tragédia tenha acontecido dez anos depois.

Deixe a sua opinião

Leia Mais

ver todos

ECONOMIA

Prazo de renegociação do Desenrola Brasil acaba nesta segunda

GERAL

Presos no litoral paulista, homens tentaram furtar doações para o RS

EMPREGOS

Localiza&Co; abre 300 vagas para diversos cargos no Centro de Desativação da Companhia em Barueri (S

2
Entre em nosso grupo