Segunda, 20 de Maio de 2024

DólarR$ 5,11

EuroR$ 5,55

Santos

22ºC

BS9 - Badra Comunicação

Pesquisa BS9-Badra: Márcio Cabeça, do Republicanos, tem aprovação de 59,2% da população de Mongaguá

Mais de 70% dos moradores concordam com as medidas adotadas pela administração municipal no combate à Covid-19

Por Daniela Origuela

23/07/2021 - sexta às 09h00

Badra

O desempenho nos seis primeiros meses do segundo mandato do prefeito de Mongaguá, Márcio Melo Gomes, o Márcio Cabeça (Republicanos), é aprovado por 59,2% da população, segundo pesquisa realizada pela Badra em parceria com o Portal BS9. O total de entrevistados que reprovam a gestão é de 30,8% e 10% não souberam responder.
 
A gestão de Márcio Cabeça é considerada regular por 34,3% dos entrevistados. Já na soma dos conceitos ótimo e bom ele alcança o patamar de 44,3% (11,6% e 32,7%, respectivamente) contra 17,4% de ruim (6,1%) e péssimo (11,3%). Não souberam avaliar 4%.

O índice de avaliação do prefeito de Mongaguá é equilibrado entre os gêneros masculino e feminino, sendo a aprovação ligeiramente maior entre os homens, de 59,6%; em números absolutos, 291 de 488 entrevistados. No grupo feminino o percentual é de 58,9%, sendo 337 de 572 entrevistadas. Esses números correspondem à exata proporção, em percentual, presente no universo de eleitores do município.
 
A aprovação da gestão de Márcio Cabeça é maior na faixa etária de 45 a 59 anos de ambos os gêneros, representando 64,8% dos homens e 60,3% entre as mulheres. Já a reprovação do prefeito é maior no grupo feminino de 16 a 24 anos, com 36,9%, e no grupo de 60 anos ou mais masculino, com 34,1%.  
 
Com relação à escolaridade, a reprovação de Márcio Cabeça supera a aprovação apenas entre os eleitores que disseram saber ler e escrever, com 49,9% contra 43,7% de aprovação. Declararam-se com esse grau de instrução 16 entrevistados. 
 
A aplicação da pesquisa foi realizada na última quinta-feira, dia 22, com 1.060 moradores eleitores da cidade. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos e o intervalo de confiança é de 95%. 
 
Coronavírus
O levantamento também avaliou as medidas de Márcio Cabeça e da Prefeitura de Mongaguá voltadas ao enfrentamento da pandemia de Covid-19. Do total de entrevistados, 74,2% concordam com as ações do prefeito; 20,6% discordam e 5,2% não sabem. 

Em março deste ano, Márcio Cabeça chorou em uma live ao falar da morte do pai e de um irmão, em menos de uma semana, por Covid-19. Na oportunidade, o prefeito respondeu aos comerciantes que o criticavam pelas medidas restritivas de enfrentamento à pandemia. 
 
Pesquisa anterior
A aprovação atual do prefeito de Mongaguá subiu 0,9 ponto percentual em relação ao resultado de pesquisa realizada pela própria Badra, em dezembro do ano passado, ao término do seu primeiro governo, quando registrou 58,3% de aprovação. Na ocasião, a gestão foi desaprovada por 32,8% e 8,9% não souberam responder.
 
Consideravam o governo regular 42,5%; bom 25%; péssimo 12,7%; ruim 10,3% e ótimo 9,5%. Márcio Cabeça foi vice de Artur Parada Prócida (PSDB) e assumiu a prefeitura em definitivo em outubro de 2018, após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), dois dias depois da realização de eleição suplementar no município, que não teve o resultado divulgado. 
 
Nas eleições de 2020, o atual prefeito recebeu 45,49% dos votos válidos, correspondente a 14.406 votos. Rodrigo Casa Branca (PSDB) ficou em segundo lugar com 39,97% (12.340 votos), seguido por Renato Donato (PSB) com 12,55% (3.875 votos).  
 
Estadual e Federal
A pesquisa BS9-Badra também ouviu os eleitores de Mongaguá sobre os governos estadual e federal. A gestão do governador João Doria (PSDB) foi reprovada por 65,6%. Outros 24,8% disseram aprovar e 9,6% não sabem. 

Nas eleições de 2018 para o Governo do Estado, o tucano não venceu no município. Doria obteve 45,50% dos votos válidos contra 54,50% de Márcio França (PSB).
 
Os moradores eleitores de Mongaguá também reprovam o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O índice de reprovação é de 54,3%; aprovam 39,8% e não sabem 5,9%.

Em 2018, em Mongaguá, Bolsonaro venceu a eleição presidencial com 67,81% dos votos válidos. Fernando Haddad (PT) obteve na cidade 32,19% da votação. 
 
Caderno
Além de Mongaguá, a pesquisa BS9-Badra de avaliação dos nove prefeitos eleitos e reeleitos da Região Metropolitana da Baixada Santista já foi realizada em Peruíbe e Itanhaém. 
 
Em conjunto com a avaliação do desempenho das administrações municipais, o instituto Badra promove sondagem eleitoral sobre o pleito para deputado estadual e federal que acontece em outubro de 2022. O resultado será divulgado no dia 1º de agosto.
 
O caderno completo com os resultados da pesquisa de Mongaguá pode ser acessado no site da Badra Comunicação (www.badracomunicacao.com.br), na aba de pesquisas, a partir deste sábado, dia 24. Quem tiver interesse na pesquisa detalhada por cidade pode entrar em contato com o instituto pelo e-mail [email protected].

Deixe a sua opinião

Leia Mais

ver todos

Instituto Badra

Pesquisa revela que 37% das mães paulistas têm dificuldade de dizer não para seus filhos

INFORMATIVO

Instituto Paraná confirma tendência antecipada por pesquisa Badra na corrida pela Prefeitura de SP

ELEIÇÕES 2024

Badra divulga nova rodada de pesquisa de intenção de voto para as nove cidades da Baixada Santista

2
Entre em nosso grupo