Segunda, 24 de Junho de 2024

DólarR$ 5,38

EuroR$ 5,78

Santos

31ºC

SUA SAÚDE

Segurança dos alimentos: saiba como cuidar das refeições e prevenir de doenças

Nutricionista do Divino Fogão ensina dicas práticas para evitar a contaminação dos alimentos

Robson de Castro

10/06/2024 - segunda às 15h00

O dia da segurança dos alimentos é celebrado em 07 de junho. A data evidencia a importância de cuidar e evitar o consumo de alimentos contaminados. Criada em 2018, a iniciativa fortalece os esforços para reduzir o risco de doenças transmitidas pelos alimentos e garantir que a ingestão deles seja segura. Com foco neste tema, a nutricionista do Divino Fogão, Jéssica Benazzi de Aguiar, ensina como cuidar dos alimentos no dia a dia e se prevenir de intempéries.

 

Lave as mãos: pode parecer uma informação desnecessária e que já faz parte da rotina das pessoas. Porém, é importante reforçar quão importante lavar as mãos é para a saúde, principalmente ao manusear e preparar os alimentos. Muito além de higienizar as mãos antes da refeição, também é indispensável sempre realizar a lavagem após tocar em animais, usar o banheiro e antes da amamentação, por exemplo.

 

Armazenamento dos alimentos: para manter a saudabilidade dos insumos, é imprescindível armazená-los de forma correta. Ovos de galinha, por exemplo, devem ser lavados em água potável, um por vez, antes de serem consumidos. Alimentos cozidos precisam ser mantidos em temperatura adequada antes do consumo. Se alimento estiver congelado ou refrigerado, o ideal é que seja descongelado em refrigeração até 4ºC. Já alimentos perecíveis devem permanecer em temperatura ambiente somente durante a preparação, devendo ser armazenados na geladeira.

 

Etiquetas de validade e demais informações: é de suma importância verificar a data de validade dos alimentos. Não consuma produtos que passaram do prazo estipulado pelo fabricante. Além disso, durante a compra de tais itens, observe o acondicionamento, a aparência, a consistência e o odor. Também é necessário se atentar ao local de armazenamento nos supermercados. Evite adquirir produtos que estejam no chão e opte por aqueles que estejam fora de alcance de roedores e insetos. No caso de latas, sempre priorizar as que não estejam amassadas, pois isso evita doenças como o botulismo.

 

Hipoclorito de sódio: frutas, verduras e legumes devem ser higienizados com antecedência por meio de uma solução de hipoclorito de sódio, popularmente conhecido como água sanitária, diluído em água. Esta ação elimina vírus, fungos e bactérias que podem ser encontrados nestes alimentos. A proporção é de uma colher de sopa (em torno de 15 ml) de hipoclorito de sódio para cada litro de água. Deixe na solução por aproximadamente 15 minutos e após lave em água corrente, antes de utilizar como salada ou para o preparo de diversas receitas.

 

"Para aquelas pessoas que preferem se alimentar fora de casa, a dica de ouro é buscar por restaurantes que sejam referência no mercado de alimentação, como o Divino Fogão, que segue a legislação da vigilância sanitária e prepara todas as refeições diariamente, evitando assim a contaminação e o mal acondicionamento dos alimentos. A segurança alimentar deve ser uma preocupação constante para a população, pois é dessa forma que evitamos doenças causadas pela má manipulação dos alimentos e garantimos uma saúde adequada, além de refeições frescas", finaliza Jéssica.

Deixe a sua opinião

Leia Mais

ver todos

DIVERSÃO

Museu da Energia de São Paulo completa 19 anos em junho

SAÚDE

Brasil registra mais de 5 mil casos da febre Oropouche em 2024

EMPRESAS

Ikesaki inaugura 1ª Loja na Baixada Santista e oferece cursos profissionalizantes

2
Entre em nosso grupo