Domingo, 26 de Maio de 2024

DólarR$ 5,16

EuroR$ 5,60

Santos

19ºC

LEIA A COLUNA

Executiva estadual do PSDB expulsa presidente do partido em Cubatão

Fabiana de Abreu Silva foi presa na última terça-feira, quando o Gaeco deflagrou operação que apura o envolvimento do PCC na disputa de licitações em várias cidades paulistas

Sandro Thadeu

18/04/2024 - quinta às 01h15

Fim da linha
A direção estadual do PSDB decidiu ontem expulsar a presidente do PSDB de Cubatão, Fabiana de Abreu Silva. Filiada ao partido há mais de 20 anos, ela foi uma das 13 pessoas presas, na última terça-feira, quando o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) deflagrou a Operação Munditia. A investigação identificou um esquema de fraudes em licitações perpetradas por integrantes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) junto a prefeituras e câmaras de diversas cidades paulistas.

Saindo na frente
O BS9 saiu na frente ontem ao trazer a informação que Fabiana fazia parte do ninho tucano. "Diante da gravidade dos fatos, a Executiva estadual deliberou pela expulsão da envolvida", destacou a nota da sigla enviada à coluna. Ligada ao prefeito Ademário Oliveira (PSDB), ela já tinha trabalhado como assessora especial de Políticas Estratégicas e havia assumido há alguns dias o cargo de secretária-adjunta de Governo, mas foi exonerada pelo chefe do Executivo "para garantir imparcialidade às investigações e à sua ampla defesa junto ao Ministério Público".

Contatos comprometedores
A coluna teve acesso à decisão judicial que autorizou as prisões, buscas e apreensões da Operação Munditia. O Ministério Público de São Paulo (MPSP) identificou que Fabiana manteve contato constante com um dos investigados, que é o dono de várias empresas envolvidas nesse suposto esquema criminoso. A cobrança de propina também teria sido identificada nessas conversas. 

Fortes sinais
A partir de dados telemáticos, foi apurado que Fabiana e mais duas pessoas de Cubatão que também foram detidas (o vereador Ricardo Queixão, do PSD, e o diretor-secretário da Câmara, Áureo Tupinambá) teriam tratado de contratos firmados com empresas investigadas. Ainda conforme o MPSP, há "contundentes indícios" de que o parlamentar e o servidor comissionado do Legislativo receberam propina do dono de uma das pessoas jurídicas envolvidas nesse caso.

Respostas
A defesa de Tupinambá negou que o cliente tenha participado de atividades ilícitas. A Câmara de Cubatão informou que está à disposição da Justiça e que vem colaborando com as equipes de investigação ao fornecer todos os documentos solicitados pelas autoridades. A coluna não conseguiu localizar os advogados de Fabiana e de Queixão. O espaço segue aberto para a manifestação de ambos. 

Marcação cerrada
A Câmara de São Vicente deverá aprovar hoje a criação da Comissão Especial de Vereadores (CEV) para acompanhar melhor a substituição das lâmpadas de vapor de sódio pelas de LED no Município. A proposta é de autoria do parlamentar Edinho Ferrugem (PSD).

Ganhos a longo prazo
As lâmpadas de LED são mais caras do que as tradicionais, mas elas trazem um ganho financeiro a longo prazo, pois são mais econômicas e geram menos impactos ambientais. Além disso, elas proporcionam uma maior claridade, melhorando a visibilidade e a sensação de segurança dos cidadãos.

De olho nas obras
Na mesma sessão, o Legislativo vicentino também discutirá a instalação da CEV para fiscalizar o andamento das obras do conjunto habitacional e da Unidade Básica de Saúde (UBS) no bairro Gleba II e da creche na Vila Nova São Vicente. A sugestão de monitorar essas obras partiu do vereador Professor Thiago Alexandre (PSD).

Juventude na política
O estudante de Serviço Social Luis Henrique Fernandes (PT), de 22 anos, lançou a pré-candidatura a vereador na última sexta-feira. Morador da Zona Noroeste e idealizador do evento Natal na Quebrada, ele defende a necessidade de a região receber mais investimentos do poder público. 

Prestígio
A parlamentar Telma de Souza (PT), que concorrerá ao Executivo nas eleições deste ano, fez questão de comparecer ao evento realizado no Clube de Bocha da Zona Noroeste e enalteceu a importância de os jovens se engajarem nas questões políticas. A vereadora e Fernandes reforçaram a importância de a comunidade se envolver na luta para trazer o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia para a região.

Fora de ordem
Com 36 votos favoráveis e 18 contrários, a Câmara de São Paulo aprovou, no início da noite de ontem, em primeira discussão, o Projeto de Lei 163/2024, que autoriza a Capital a aderir à privatização da Sabesp. Curiosamente, a matéria foi colocada em discussão antes de o Parlamento concluir o calendário de audiências públicas para discutir os impactos dessa mudança com a sociedade. 

Detenção
Na parte da manhã, o Legislativo fez uma dessas reuniões para debater o tema com a população. Durante o evento, o clima esquentou e o secretário de Formação e Política Sindical do Sindicato dos Urbanitários da Baixada Santista e do Vale do Ribeira (Sintius), Henrique Marreta, foi detido por agentes da Guarda Civil Metropolitana (GCM), após determinação do vereador Rubinho Nunes, que comandava os trabalhos. O dirigente foi conduzido ao 8º Distrito Policial, mas acabou liberado no final da tarde. 

Deixe a sua opinião

Leia Mais

ver todos

EVENTO

Parlamento Jovem de Praia Grande toma posse em cerimônia no Palácio das Artes

LEIA A COLUNA

Governador sanciona amanhã lei das escolas cívico-militares

LEIA A COLUNA

Prefeitura de Itanhaém perde doação de veículos feita pelo Fórum

2
Entre em nosso grupo