Domingo, 21 de Julho de 2024

DólarR$ 5,60

EuroR$ 6,01

Santos

17ºC

LEIA A COLUNA

Governador tem agenda cheia na Baixada Santista nesta quinta-feira

Tarcísio Gomes de Freitas (Republicanos) fará entrega de unidades habitacionais e títulos de regularização fundiária, assim como anunciará a criação do Distrito Turístico de Santos

Sandro Thadeu

13/06/2024 - quinta às 01h27

Cumprimento da lei
O governador Tarcísio Gomes de Freitas (Republicanos) estará em Santos hoje para cumprir a Lei 15.049/2013, de autoria da então deputada estadual Telma de Souza (PT), que prevê a transferência simbólica da Capital para o Município, no dia 13 de junho, data de nascimento do santista José Bonifácio de Andrada e Silva, o Patriarca da Independência, uma das figuras mais importantes da história do Brasil e das Américas. 

Turismo consolidado
Às 14 horas, o chefe do Executivo paulista participará do ato cívico pelos 261 anos do nascimento de José Bonifácio, no Pantheon dos Andradas, e fará o anúncio da criação do Distrito Turístico de Santos, ideia amplamente defendida pelo deputado estadual Paulo Corrêa Júnior (PSD). O gestor estadual também fará a liberação de recursos para a implementação do Museu Ferroviário na Cidade. Às 16 horas, Freitas estará no Morro Nova Cintra, onde fará a entrega de 198 apartamentos dos conjuntos R2 e R3.

Agenda cheia
O primeiro compromisso do governador na região será às 10 horas, no ginásio da Escola Municipal José de Oliveira Santos, em Bertioga, onde 311 famílias moradoras do antigo núcleo Ana Paula, no bairro Rio da Praia, receberão títulos de regularização fundiária. Às 19 horas, Freitas fará a entrega de documentos de propriedade de imóveis para 475 famílias de Praia Grande, no Kartódromo. 

Olhar apurado
Durante a passagem pela Baixada Santista, o chefe do Executivo paulista autorizará a adesão dos municípios ao Sistema de Monitoramento de Áreas Suscetíveis. Os agentes municipais poderão utilizá-lo, o que permitirá um melhor monitoramento do uso e ocupação dos territórios e uma identificação mais rápida de novas edificações em áreas de proteção ambiental, supressão de vegetações, abertura de vias e movimentação de terra.

Túnel Santos-Guarujá em pauta
O prefeito santista Rogério Santos (Republicanos) esteve reunido ontem com o governador, no Palácio dos Bandeirantes, para falar sobre diversos projetos, como o licenciamento ambiental do túnel Santos-Guarujá. Ao final da reunião, eles gravaram um vídeo que foi divulgado nas redes sociais de Rogério. 

Acelerando
"A ideia é que, no final do ano, a gente já esteja com a licença prévia (do empreendimento). Isso vai nos possibilitar dar mais segurança para os investidores que vão entrar no nosso leilão. Nós vamos realizar esse sonho!", enfatizou Freitas.

De olho no futuro
O parlamentar santista Bruno Orlandi (PSD) apresentou a proposta para o Legislativo constituir uma Comissão Especial de Vereadores (CEV) com a finalidade de tratar assuntos relacionados à criação da Zona de Processamento Especial (ZPE) no Município. As ZPEs são distritos industriais, cujas empresas são beneficiadas com a suspensão de impostos para exportar, gerando mais empregos e promovendo o desenvolvimento econômico local.  

Passo importante
Em abril, a Infra SA, estatal federal vinculada ao Ministério dos Transportes, entregou à Autoridade Portuária de Santos (APS) um estudo de viabilidade para a implementação de uma ZPE na Área Continental do Município. Orlandi esteve à frente da Secretaria Municipal de Assuntos Portuários e Emprego da atual gestão e atuou fortemente com a sua equipe para viabilizar o conceito de Porto-Indústria na Cidade.

Homenagem
A Câmara de São Vicente votará hoje o Projeto de Lei 81/2024, que busca dar o nome de Jadielson da Silva Almeida "MC Primo" à praça localizada entre a Rua Helvetia, Rua Graciliano Ramos e Avenida do Contorno, no Jóquei Clube. De autoria do vereador Rodrigo Digão (PSB), a proposta busca homenagear o cantor e compositor de funk, assassinado em 19 de abril de 2012, aos 28 anos. O artista chegou a se candidatar ao Legislativo vicentino pelo PSDB, em 2008, mas os 530 votos não foram suficientes para elegê-lo.

Crime sem punição
O homem acusado de matar o funkeiro, o policial militar Anderson de Oliveira Freitas, foi a júri popular no dia 14 do mês passado. O Ministério Público de São Paulo ofereceu denúncia contra ele somente em 2022 e apontou que um projétil que atingiu MC Primo saiu da arma da corporação utilizada por esse agente da segurança pública. O julgamento foi suspenso, após a defesa do réu abandonar o plenário do Fórum de São Vicente.

Deixe a sua opinião

Leia Mais

ver todos

ELEIÇÕES 2024

Limite de gastos das campanhas eleitorais é divulgado pelo TSE

LEIA A COLUNA

Emer Jaoude e Gilson Bargieri lançam candidaturas à Prefeitura de Peruíbe

LEIA A COLUNA

MDB garantirá preciosos segundos em rádio e TV para Rosana Valle

2
Entre em nosso grupo