Sexta, 23 de Fevereiro de 2024

DólarR$ 4,97

EuroR$ 5,38

Santos

25ºC

LEIA A COLUNA

Câmara de Guarujá arquiva pedidos
de impeachment contra Válter Suman

Por maioria de votos, os vereadores rejeitaram as solicitações de abertura 
de Comissão Processante que poderia recomendar a cassação do prefeito

Sandro Thadeu

06/12/2023 - quarta às 00h00

Deu a lógica
Por 9 votos a 4, a Câmara de Guarujá decidiu ontem arquivar três pedidos de impeachment contra o prefeito Válter Suman (PSDB). Essas solicitações foram apresentadas após o Ministério Público Federal ter denunciado o chefe do Executivo pela prática de lavagem de dinheiro. Os valores seriam oriundos de recursos públicos desviados da área da saúde, conforme apurado pela Polícia Federal. 

Fechados com o prefeito
Os parlamentares que rejeitaram a abertura de uma Comissão Processante para analisar a cassação do mandato de Suman foram os seguintes: Aparecido Davi (Republicanos), Carlos Eduardo Vargas (PTB), Nego Walter (PSB), Marcio Pet Shop (PTB), Mario Lucio da Conceição (PSB), Santiago  ngelo (PP), Sérgio Santa Cruz (PSB), Sirana Bosonkian (PTB) e Sorriso (PRTB).

A minoria
Raphael Vitiello (PSD), Professor Anderson Figueira (Pode), Toninho Salgado (PSD) e Waguinho Fé em Deus (União) foram os quatro vereadores favoráveis à instalação da Comissão Processante que poderia recomendar o afastamento do chefe do Executivo.

Ficaram de fora
Fernando Peitola (MDB), Edilson Dias (PT) e Naldo Perequê (PSB) não participaram da votação. Já o presidente da Casa, Juninho Eroso (PP), não votou por estar comandando os trabalhos legislativos.

Nova tentativa
Assim que terminou a votação, o engenheiro José Manoel Ferreira Gonçalves protocolou um pedido na Câmara para que seja refeita a leitura, na íntegra, do pedido de impeachment protocolado por ele, na última semana. Ele quer que o texto seja submetido a uma nova votação, porque o trecho da solicitação que trata do fato novo a ser analisado pelos parlamentares não foi citado. "Os vereadores não tiveram a oportunidade de entender a peça como um todo. Também pedi o direito de ter fala na próxima sessão", afirmou o engenheiro.

Fora da lista
Saiu publicada na edição de ontem do Diário Oficial da União a Resolução 291/2023, do Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (CPPI), que revogou a decisão que aprovava a modelagem e as condições de privatização da Autoridade Portuária de Santos (APS). Por outro lado, essa norma mantém em aberto a possibilidade de concessão parcial dos acessos ao Porto de Santos, de serviços e o túnel Santos-Guarujá, sob a gestão da estatal.

De olho no Porto
Foi recomendado, ainda, que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) aprove que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) e Ministério de Portos e Aeroportos sejam designados como os responsáveis por coordenar e monitorar as medidas de concessão relacionadas ao Porto de Santos.

Parceiro estratégico
Após ter iniciado um diálogo com o Ministério da Saúde para viabilizar a criação de um Hospital do Câncer e do Coração para receber pacientes da Baixada Santista e do Vale do Ribeira, em Praia Grande, o deputado federal Alberto Mourão (MDB) apresentou essa ideia ao governador Tarcísio Gomes de Freitas (Republicanos), na última segunda-feira. A ideia é que o complexo de saúde tenha 100 leitos, sendo 60 para oncologia e 40 para cardiologia.

Plano contra as enchentes
Durante essa reunião, o parlamentar explicou que apresentará uma proposta de emenda no orçamento da União para viabilizar importantes obras de drenagem na Baixada Santista. Ele destacou a importância de o Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), que pertence ao Governo do Estado, ter uma maior atuação no combate às enchentes na região.

Atendimento 24 horas
Mourão também reforçou junto ao chefe do Executivo paulista a necessidade de Praia Grande ter uma Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) 24 horas, com suporte psicológico integrado, para atender a Baixada Santista. 

Política na veia
A jornalista Sandra Iannuzzi promove amanhã, às 17 horas, a última edição deste ano do evento Café com Política. A atividade contará com a participação da pré-candidata à Prefeitura de Itanhaém pelo Podemos, Cris Forssell, do presidente da legenda em Santos, Leandro Chadad, e do apresentador de rádio e TV e ex-vereador santista Douglas Gonçalves. O encontro será realizado na loja A Musical, que fica na Praça Mauá, 25, Centro, em Santos.

Deixe a sua opinião

Leia Mais

ver todos

LEIA A COLUNA

Programa de escolas cívico-militares de SP tem aval da Secretaria de Educação

LEIA A COLUNA

Representação da Baixada Santista na Câmara poderá cair pela metade

LEIA A COLUNA

Marcia Rosa é confirmada como pré-candidata à Prefeitura de Cubatão

2
Entre em nosso grupo