Segunda, 24 de Junho de 2024

DólarR$ 5,39

EuroR$ 5,79

Santos

28ºC

SEGURANÇA PÚBLICA

Indivíduo com mandado de prisão por violência doméstica é capturado pela GCM de São Vicente

Infrator foi conduzido ao 1º Distrito Policial

Robson de Castro

10/06/2024 - segunda às 21h00

Intensificando as rondas ostensivas por toda a Cidade, a Guarda Civil Municipal de São Vicente (GCM-SV) capturou um procurado pela justiça por violência doméstica na última semana, no dia 30 de maio. 

 

A equipe realizava patrulhamento preventivo próximo à base da Guarda, quando se deparou com um indivíduo em atitude suspeita, com comportamento atípico, demonstrando nervosismo.

 

Prontamente os profissionais efetuaram abordagem, e constataram, via pesquisa no sistema Sinesp do Estado, um mandado de prisão determinado pela justiça por violência doméstica.

 

Diante dos fatos, os agentes encaminharam o infrator ao 1º Distrito Policial (DP), deixando-o à disposição das autoridades.

 

*'Guardiã Maria da Penha ' -São Vicente dispõe de um projeto de rede apoio a mulheres vítimas de violência. Com acompanhamento psicológico e assistencialismo, o Município disponibiliza o programa 'Guardiã Maria da Penha', com atendimentos e encaminhamentos. Recentemente, inclusive, a iniciativa foi estruturada com a entrega de uma nova sala equipada para fins exclusivos do projeto.

 

A GCM reitera que violência doméstica não se restringe a contato físico. A Lei Maria da Penha classifica as formas de agressão à mulher nas violência patrimonial, violência sexual, violência física, violência moral e violência psicológica.

 

 

Formas de violência contra a mulher: 

 

1: Humilhar, xingar e diminuir a autoestima

Agressões como humilhação, desvalorização moral ou deboche público em relação à mulher constam como violência emocional.

 

2: Tirar a liberdade de crença

Um homem não pode restringir a ação, a decisão ou a crença de uma mulher. Isso também é considerado como uma forma de violência psicológica.

 

3: Distorcer os fatos

Há inclusive um nome para isso: o gaslighting. Uma forma de abuso mental que consiste em distorcer os fatos e omitir situações para deixar a vítima em dúvida sobre a sua memória e sanidade.

 

4: Controlar e oprimir a mulher

Comportamento obsessivo do homem sobre a mulher Por exemplo, não deixá-la sair, isolar sua família e amigos ou procurar mensagens no celular ou e-mail.

 

5: Expor a vida íntima

O ato é considerado uma forma de violência moral. Exemplo: vazamento de fotos íntimas.

 

6: Atirar objetos, sacudir e apertar os braços

Nem toda violência física é o espancamento. São considerados também como abuso físico: tentativa de arremesso de objetos, sacudir e segurar com força uma mulher.

 

7: Forçar atos sexuais desconfortáveis

Obrigar a mulher a promover atos sexuais que causam desconforto ou repulsa, também é violência.

 

8: Impedir a mulher de prevenir a gravidez ou obrigá-la a abortar

O ato de impedir uma mulher de usar métodos contraceptivos, como pílula do dia seguinte ou anticoncepcional, é considerado uma prática da violência sexual. Da mesma forma, obrigar uma mulher a abortar também é uma forma de abuso.

 

9: Controlar o dinheiro ou reter documentos

O homem tenta controlar, guardar ou tomar o dinheiro de uma mulher contra a vontade, assim como guardar seus documentos pessoais, é considerado uma forma de violência patrimonial.

 

10: Quebrar objetos da mulher

Também é considerada uma forma de violência ao patrimônio da mulher, causar danos de propósito a seus objetos.

Deixe a sua opinião

Leia Mais

ver todos

POLÍCIA

Operação contra roubo de veículos termina com 20 presos no litoral de São Paulo

POLÍCIA

Com mais segurança, Baixada Santista atrai novos turistas e Bombeiros recebem investimentos

POLÍCIA

Entenda como hotéis no centro de São Paulo eram usados para lavar dinheiro do crime organizado

2
Entre em nosso grupo