Segunda, 20 de Maio de 2024

DólarR$ 5,11

EuroR$ 5,54

Santos

21ºC

A sua Rua

Marquês de São Vicente é nome de rua da cidade

O santista teve papel importante no movimento abolicionista

Redação BS9

05/03/2022 - sábado às 05h00

Vários comércios se espalham no meio das residências por mais de 1 quilômetro de extensão, divididos em treze quadras - (foto: Google Maps)

Em São Vicente, uma daquelas vias onde os moradores podem encontrar de um tudo está localizada no Parque Bitaru. A Rua Marquês de São Vicente começa na Praça João Pessoa e termina Rodovia do Imigrantes.
 
Em seus 1,2 quilômetros, distribuídos em 13 quadras, é possível encontrar pizzaria, padaria, churrascaria, hamburgueria, supermercados, pet shop, farmácias e diversas lojas com os mais variados tipos de comércio. 
 
José Carlos Vaz tem 65 anos e, hoje, aposentado, gosta muito de ter tudo por perto de sua casa, localizada próxima a Rua Síria, mesmo enxergando um ponto negativo na via.
 
"A questão do movimento na rua é o maior problema. Principalmente nos finais de semana. Acho que se tivesse mais lombadas ou rotatórias, melhoraria um pouco. Tem muitos acidentes por aqui. De vez em quando precisamos lidar com ondas de assalto na região, mas isso tem em todo lugar", explica.
 
Um pouco de história
José Antônio Pimenta Bueno nasceu em Santos no dia 4 de dezembro de 1803. Cresceu em uma família modesta, filho adotivo do médico santista José Antônio Pimenta Bueno e Mariana Benedita de Faria e Albuquerque
 
Em 1827, iniciou no jornalismo como redator do Farol Paulistano, primeiro periódico impresso na capital de São Paulo. Um ano depois, começou na primeira turma do Curso Jurídico de São Paulo, tendo concluído como um dos melhores alunos.
 
Depois disso, ocupou inúmeros cargos na magistratura como juiz de fora, juiz da Alfândega e chefe da Polícia em Santos. Seu papel na política começou como deputado provincial por São Paulo em 1834, apadrinhado por Martim Francisco Ribeiro de Andrada, irmão de José Bonifácio e Antônio Carlos Ribeiro de Andrada.
 
Em 1852, foi senador pela província de São Paulo e, em 1859, passou a integrar o Conselho de Estado. Grande defensor da monarquia, teve destaque no movimento abolicionista. Formulou cinco projetos relacionados à libertação dos escravos, a pedido do imperador D. Pedro II.
 
Escreveu importantes livros na área jurídica, tendo sido considerado uma referência para o estudo do direito constitucional no Brasil do século XIX. Sua obra mais famosa foi Direito Público Brasileiro e Análise da Constituição do Império, de 1857.
 
Em São Vicente, recebeu os títulos de Visconde, em 1867, e Marquês, em 1873. Ele veio a falecer no Rio de Janeiro, no dia 19 de fevereiro de 1878.

Deixe a sua opinião

Leia Mais

ver todos

A SUA RUA

Quem foi José Bonifácio?

HISTÓRIA

Quem foi Amador Bueno, administrador e proprietário de terras que dá nome à rua em Santos?

HISTÓRIA

Quem é Francisco Manoel, que dá nome a rua no Jabaquara, em Santos?

2
Entre em nosso grupo