Segunda, 20 de Maio de 2024

DólarR$ 5,11

EuroR$ 5,54

Santos

21ºC

A sua Rua

A história do pintor e desenhista Almeida Júnior

Movimentada rua de Itanhaém carrega homenagem ao artista

Redação BS9

18/02/2022 - sexta às 05h00

Vários tipos de comércio se espalham por quase 700 metros de extensão, divididos em seis quadras e meia - (foto: Google Maps)

Toda cidade tem aquela rua onde os moradores podem encontrar de um tudo. Em Itanhaém, umas dessas vias se chama Almeida Júnior, e fica no bairro Belas Artes.
 
Com quase 700 metros de extensão, divididos em seis quadras e meia, é possível encontrar restaurantes, açougue, posto de gasolina, mercado, hortifruti, lotérica, ótica, lojas de roupas, farmácia e outros tipos de comércio... ufa, são muitas opções!  Mas você conhece a história por trás do nome dessa movimentada rua?
 
Um pouco de história
José Ferraz de Almeida Júnior foi um pintor e desenhista brasileiro da segunda metade do século XIX, o primeiro a retratar em seu trabalho o tema regionalista, dando amplo destaque a personagens simples e anônimos, e sua biografia é até hoje objeto de estudo.
 
Ele nasceu em Itu, estado de São Paulo, no dia 8 de maio de 1850 e logo cedo mostrou sua vocação para a pintura. Recebeu o incentivo do padre Miguel Correia Pacheco, pároco da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Candelária, onde Almeida Júnior pintou algumas obras sacras.
 
Com a ajuda do padre Miguel, em 1869, com 19 anos, foi para o Rio de Janeiro para estudar na Academia Imperial de Belas Artes sendo aluno de nome como Pedro Américo, Jules Le Chevrel e Victor Meireles, ganhando diversas premiações.
 
Após concluir o curso, retornou para Itu onde abriu seu ateliê, passando a trabalhar como retratista e professor de desenho. Em 1876, o imperador D. Pedro II ficou admirado com seu trabalho e resolveu financiar seus estudos em Paris.
 
Almeida Júnior viveu em Paris até 1882. Esteve também na Itália, onde permaneceu por curta temporada, quando entrou em contato com grandes pintores. De volta ao Brasil, abriu seu atelier em São Paulo, em 1883, onde, além de formar grandes nomes da pintura, realizou várias exposições. Em 1884 recebeu o prêmio concedido pelo governo Imperial, A Ordem da Rosa.
 
Seus trabalhos mais representativos encontram-se na Sala Almeida Júnior da Pinacoteca do Estado de São Paulo. Almeida Júnior faleceu em Piracicaba, São Paulo, no dia 13 de novembro de 1899, ao ser apunhalado em frente ao já demolido Hotel Central de Piracicaba, por José de Almeida Sampaio, seu primo e marido de Maria Laura, com quem o pintor manteve por muitos anos um relacionamento secreto.
 
Um curiosidade: em sua homenagem, o Dia do Artista Plástico brasileiro é comemorado em 8 de maio, data de nascimento do pintor.

Deixe a sua opinião

Leia Mais

ver todos

A SUA RUA

Quem foi José Bonifácio?

HISTÓRIA

Quem foi Amador Bueno, administrador e proprietário de terras que dá nome à rua em Santos?

HISTÓRIA

Quem é Francisco Manoel, que dá nome a rua no Jabaquara, em Santos?

2
Entre em nosso grupo