Segunda, 20 de Maio de 2024

DólarR$ 5,11

EuroR$ 5,55

Santos

21ºC

Litoral

Primeiro dia de mutirão contra Aedes aegypti em Santos elimina 60 focos com larvas do mosquito

Foram 3.038 imóveis vistoriados por 87 agentes da Secretaria de Saúde

Por Lucas Campos - Redação BS9

06/01/2022 - quinta às 09h15

Focos foram encontrados em baldes, regadores, ralos externos, em uma caixa d\'água e pratos de vasos com planta - (foto: Isabela Carrari/PMS)

A cidade de Santos começou seu primeiro mutirão contra o mosquito transmissor da dengue, chikungunya, zika e febre amarela urbana nesta quarta-feira, dia 5, na Aparecida.
 
Ao todo, 3.038 imóveis foram vistoriados por 87 agentes da Secretaria de Saúde, que eliminaram neste primeiro dia de ação 60 focos com larvas do Aedes aegypti no bairro.
 
Os focos com larvas foram encontrados em baldes, regadores, ralos externos, em uma caixa d'água, pratos de vasos com planta e em sucatas.
 
A aposentada Joana Gomes da Silva, de 64 anos, mora no local há 34 anos e conta que o número de mosquitos em sua casa é muito grande, aumentando sempre no verão.
 
"Moro com meu marido e meus dois filhos, um de 24 e outro de 21. Aqui em casa todos já tiveram dengue pelo menos duas vezes desde que moramos aqui. Eu fui premiada e já passei por isso três vezes. Acho que esses mutirões poderiam acontecer mais vezes no ano para amenizar um pouco esse problema".
 
Para o eletricista Amadeu Barbosa Lira, de 52 anos, o número de casos poderiam ser menores se a população tomasse mais cuidado para evitar os focos de larvas dos mosquitos.
 
"É claro que os mutirões ajudam e são muito importantes. Mas nada adianta se a população não fizer a sua parte. Não são atitudes difícil que precisam ser tomadas e elas ajudam toda a comunidade. Até porque são doenças que podem matar. Das doenças que este mosquito transmite, só não peguei zika. A chikungunya nunca tinha pego e tive ano passado. É uma situação bem complicada".
 
A chefe técnica da Seção de Controle de Vetores, Ana Paula Favoreto, disse que os agentes percorreram toda extensão do bairro, com exceção de um hipermercado, um shopping e da sede do Ambulatório Médico de Especialidades (AME) Aparecida, porque esses são considerados imóveis especiais, sendo submetidos a outro cronograma de monitoramento.
 
"O foco, além de vistoriar principalmente apartamentos de temporada, foi verificar áreas como garagens, subsolos, ralos, áreas de lazer e piscinas", disse.
 
O jardim da praia, entre os canais 5 e 6, também passou pela varredura dos agentes de vetores, com descarte de material considerado inservível, como garrafas, baldes, louças velhas (como vasos sanitários, por exemplo) e outros.
 
Além de identificar os focos com larvas do Aedes aegypti, os agentes também dão orientações aos moradores e responsáveis por pontos comerciais. Uma delas: escovar as laterais dos ralos. Isso porque, normalmente, somente é feita a limpeza desses espaços com cloro e sal grosso. "Mas é nas laterais dos ralos que as fêmeas depositam os ovos", explica Ana Paula.

Na sequência
Os próximos bairros a receberem o mutirão são Boqueirão (dia 12), Embaré (dia 19) e Pompeia/José Menino (dia 25). 
 
Em fevereiro a ação começa no Gonzaga (dia 2), depois passa pela Ponta da Praia (dia 9), Castelo (dia 16) e Areia Branca (dia 23).
 
No ano passado, em nove mutirões, foram eliminados 855 focos com larvas do mosquito.
 
Dicas para evitar criadouros do mosquito:
- Elimine toda a situação que acumule água
- Coloque tela nos ralos
- Deposite água sanitária ou sal grosso uma vez por semana nos ralos
- Remova folhas e sujeiras que impeçam a água de fluir pelas calhas
- Não deixe a água acumular sobre a laje
- Coloque areia no pratinho da planta
- Caso tenha acumulado água no pratinho, lave com escova e sabão para remover eventuais ovos
- Mantenha a caixa d'água sempre fechada com tampa adequada.

Deixe a sua opinião

Leia Mais

ver todos

COMA BEM

Caminhão do Peixe em Guarujá tem pescados a preços acessíveis

CONTRA INVASÕES

Bertioga interrompe comércio ilegal de lotes em operação com a polícia ambiental

EVENTO

Domingueira da Saudade promete agitar Mongaguá em junho

2
Entre em nosso grupo