Sexta, 19 de Abril de 2024

DólarR$ 5,20

EuroR$ 5,54

Santos

21ºC

COMBATE À DENGUE

Mutirão contra o Aedes vai a bairro da Zona Noroeste de Santos nesta quarta

A empresa Terracom atuará em parceria com a Secretaria de Saúde, disponibilizando uma equipe de 25 agentes e um caminhão para a retirada de materiais inservíveis

da Prefeitura de Santos

03/04/2024 - quarta às 09h00

PMS

A Secretaria de Saúde de Santos vai realizar o 11º Mutirão de Combate ao Aedes aegypti de 2024 no Rádio Clube, a partir das 9h de quarta-feira (3). Foram escalados 65 agentes de combate a endemias, que estarão devidamente uniformizados com colete verde e crachá, e vão se encontrar na Policlínica Rádio Clube (Av. Hugo Maia s/nº).

A empresa Terracom atuará em parceria com a Secretaria de Saúde, disponibilizando uma equipe de 25 agentes e um caminhão para a retirada de materiais inservíveis, que têm potencial para gerar criadouros do mosquito transmissor da dengue, chikungunya, zika e febre amarela urbana.

BALANÇO

Os mutirões de verão realizados em 2024 já eliminaram 958 focos com larvas. Este ano, foram confirmados 1.017 casos de dengue e 35 de chikungunya no Município.

O MOSQUITO

As fêmeas do mosquito Aedes aegypti depositam ovos em locais de água parada. Esses ovos necessitam de água e calor para eclodir. Assim surgem as larvas, que mais tarde se transformam em pupa e, por fim, em mosquito.

Somente as fêmeas se alimentam de sangue humano, necessário inclusive para a maturação de seus ovos antes de serem depositados. Porém, se essa fêmea tiver picado uma pessoa infectada por dengue ou chikungunya, ela se torna transmissora dos vírus ao sugar o sangue de outros indivíduos.

PRINCIPAIS DICAS

Verifique se há água parada em vasos e pratos de plantas

Pias - verificar vazamentos e manter ralo vedado

Ralos no chão - tampá-los com tela, caso não sejam do tipo abre e fecha. Aplicar água sanitária duas vezes por semana

Bandeja externa de geladeira - verificar se há acúmulo de água, limpar e manter seca

Vaso sanitário e caixas de descarga - manter tampados

Calhas e lajes - caso não seja possível verificar se acumulam água, procurar identificar sinais de umidade. Em caso afirmativo, providenciar a resolução do problema

Caixas d'água - verificar a condição das tampas. Solicitar a reposição daquelas ausentes ou quebradas

Fontes ornamentais, bebedouros de animais domésticos, piscinas - verificar a presença de organismos vivos dentro da água. Fazer limpeza regularmente

ESTRATÉGIAS DE SANTOS AO ENFRENTAMENTO AO AEDES AEGYPTI – ANO INTEIRO

Casa a Casa - programa de visitação de rotina aos imóveis

Mutirão - varredura realizada semanalmente em algum bairro da Cidade

Imóveis especiais e pontos estratégicos - locais visitados mensalmente

Imóveis especiais: grande circulação de pessoas - escolas, hotéis, shopping centers

Pontos estratégicos: mais risco de criadouros - borracharias, oficinas, ferros-velhos, cemitérios, obras

Nebulização – aplicação de inseticida no entorno da residência de pessoa infectada para combater o mosquito já na fase adulta, quando está transmitindo as doenças

Armadilhas - Santos possui 481 armadilhas distribuídas por toda a Cidade, monitoradas semanalmente, que mostram o índice de infestação de mosquito no local

Acompanhamento epidemiológico - notificação e investigação de todos os casos de doenças transmitidas pelo Aedes pela Vigilância Epidemiológica

Atividades Educativas - atividades educativas nas ruas, escolas, palestras em empresas e instituições, pedágios em diferentes pontos da Cidade, participação em eventos, estandes temáticos e reuniões em condomínios

Atendimento a denúncias - feitas na Ouvidoria Municipal pelo telefone 162 ou site www.santos.sp.gov.br/ouvidoria.   

Deixe a sua opinião

Leia Mais

ver todos

MÚSICA

Henrique Marx leva o melhor do sertanejo para o Brisamar Shopping

PROGRAMA

Brisamar Shopping recebe exposição da Esquadra do Descobrimento do Brasil

PROGRAMA

Festival Internacional Indígena de Bertioga começa hoje e segue até domingo

2
Entre em nosso grupo