Quarta, 21 de Fevereiro de 2024

DólarR$ 4,94

EuroR$ 5,34

Santos

25ºC

SAÚDE

Complexo Regulador em Saúde 24 Horas melhora o acesso da população aos serviços

A equipe é formada por médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem e administrativo que fazem a interligação entre os vários serviços existente no Município e também com a rede estadual, por meio da Central de Regulação de Ofertas de Serviço

da Prefeitura de Praia Grande

12/02/2024 - segunda às 00h01

Equipe técnica presencial e sistema informatizado conectam as necessidades dos pacientes com a rede - PMPG

O Complexo Regulador em Saúde 24 horas já está fazendo a diferença na  saúde dos praia-grandenses. Tendo sua implantação iniciada no começo  do mês, o serviço visa fazer a conexão entre o paciente e aquilo que  ele necessita, procurando ampliar o acesso da população em todos os  níveis de Atenção à Saúde, de forma ágil e justa.

A equipe é formada por médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares de  enfermagem e administrativo que fazem a interligação entre os vários  serviços existente no Município e também com a rede estadual, por meio  da Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (CROSS). Os  profissionais atuam de forma presencial no Hospital Irmã Dulce, no  Pronto-Socorro Central, além da retaguarda presente na Secretaria de  Saúde Pública (Sesap) do Município e na rede de Atenção Primária,  fortalecida pelas 30 Unidades de Saúde da Família (Usafas), que  garantem 100% da cobertura do território no acompanhamento da saúde da  população.

“O principal benefício é melhorar o acesso da população aos serviços  de saúde. Com esse Complexo Regulador 24 horas presencial, nós  conseguimos reunir todos os níveis de Atenção à Saúde em um local,  permitindo aos profissionais terem uma fotografia de todo o serviço de  saúde disponível no Município. Com a melhor organização de todas essas  informações, acreditamos que a população vai conseguir ter o acesso  mais rápido e de forma equitativa, como é preconizado pelo Sistema  Único de Saúde (SUS)”, sentencia o secretário de Saúde, Cleber Suckow  Nogueira.

Todo esse processo está sendo construído de maneira informatizada,  garantindo maior agilidade, segurança, transparência e imparcialidade,  promovendo um maior cuidado com a população. Com o Complexo Regulador  conectando todos os serviços, o paciente que tiver alta de uma unidade  de urgência e emergência poderá ser direcionado, se necessário, para a  rede de Atenção Especializada ou mesmo para a sua Usafa.

“Vamos realizar essa conexão entre a demanda e a oferta do serviço,  fazendo com que a informação caminhe pelo sistema e não o paciente.  Por exemplo, um paciente cardíaco tem um infarto agudo do miocárdio, é  encaminhado e tratado no pronto-socorro, melhora e recebe alta. Nesse  momento, ele precisa de acompanhamento com cardiologista, porque  sabemos que o primeiro ano pós-infarto é onde tem a maior mortalidade,  daí a importância de ter acesso ao especialista o mais breve possível.  Então o nosso papel vai ser manter uma linha de cuidado a esse  paciente, ou seja, quando tiver alta ele vai receber o agendamento com  o especialista ou para a realização de um exame”, destaca a médica  coordenadora da Central de Regulação de Urgência e Emergência e  Internações Hospitalares, Ana Paula Aparecida Mathias.

Ouro elemento positivo e que já tem dado resultado é o encaminhamento  de pacientes internados no Hospital Municipal Irmã Dulce (HMID) para a  realização de ressonância magnética na rede credenciada de Praia  Grande. Até então, os pacientes que necessitavam desse recurso  aguardavam a liberação de vagas via CROSS nos hospitais de referência  de Santos. Com isso, há maior agilidade na resolução do caso do  paciente, além do mesmo permanecer menos tempo no hospital.

“Essa ferramenta é importantíssima para que o Município consiga  enxergar todas as vagas disponíveis dentro dos recursos disponíveis no  Município e todas as necessidades dos pacientes nas portas de entradas  da Cidade. Além disso, fazer com que junto ao Núcleo Interno de  Regulação haja a disponibilidade do recurso correto para o paciente  correto”, enfatiza o diretor técnico do Hospital Irmã Dulce, Amer  Khatib.

Humanização – Além do uso das tecnologias para agilizar o atendimento  da população, outro papel fundamental dos profissionais do Complexo  Regulador está voltado ao aspecto humano. As equipes da Sesap fazem o  acolhimento dos pacientes, visando a resolução das demandas diárias  das unidades.

“Tanto no Hospital quanto no PS Central, os técnicos e auxiliares de  enfermagem ficam 24 horas por dia rodando pelas unidades para saber  das dificuldades e ver o que podemos ajudar para agilizar os  atendimentos, tanto via secretaria quanto pessoalmente mesmo. Às vezes  alguns pacientes estão muito nervosos, então nos propomos a conversar,  a ouvir. A Secretaria de Saúde está aqui para ajudar a resolver as  questões, orientar e esclarecer as dúvidas”, explica a enfermeira  Harumi Ota Suzuki Portella, coordenadora Técnica do Complexo Regulador.

Regulação – O Complexo Regulador de Praia Grande foi criado em 2008 e  é responsável por organizar o encaminhamento das consultas, exames,  procedimentos e cirurgias eletivas. O setor comanda a criação dos  protocolos (normas rígidas de procedimento) e também o funcionamento  da lista de espera e das regulações realizadas pela pasta.

E um dos grandes destaques da regulação praia-grandense é o sistema  municipal de informação Saudetech, que integra, em um único programa,  o prontuário eletrônico dos pacientes e os atendimentos do Consultório  Informatizado. O sistema também realiza os agendamentos de consultas,  exames e procedimentos, de forma digital e automática, reduzindo tempo  e custos. O Consultório Informatizado está em todos os equipamentos de  saúde do Município, integrando, inclusive, a rede credenciada com o  Saudetech.

O Consultório Informatizado vai além do cumprimento à determinação da  Resolução nº 07/16, do Ministério da Saúde, que define o prontuário  eletrônico como modelo de informação para registro das ações de saúde  na Atenção Primária. No Município, o sistema faz todo o  acompanhamento, indicando datas e ausências em consultas, requisição e  resultados de exames, prescrições de medicamentos, retorno etc.

Deixe a sua opinião

Leia Mais

ver todos

CULTURA

A Disqueria, um dos pontos culturais de Santos, fecha suas portas no próximo dia 29

INICIATIVA

Hospital Municipal de Cubatão promove Curso de Libras aos funcionários

BERTIOGA

DOA realiza apreensão de materiais de construção em áreas de preservação

2
Entre em nosso grupo