Domingo, 21 de Abril de 2024

DólarR$ 5,20

EuroR$ 5,54

Santos

24ºC

Esporte

Por indefinição de Jesus, Carvalhal surge como opção

Uma nova reunião com o treinador português vai acontecer em breve

Por Victor Martins - Folhapress

04/01/2022 - terça às 13h40

Jorge Jesus segue como plano A no Galo - Ricardo Moraes

O Atlético-MG elegeu Jorge Jesus como sua prioridade para substituir Cuca, que pediu demissão após conquistar o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil. Diante do impasse para o português para responder se aceita, ou não, a proposta, o time alvinegro já trabalha numa segunda opção: Carlos Carvalhal. No entanto, o contrato com o Braga, de Portugal, é uma barreira a ser derrubada.
 
Jorge Jesus segue como plano A do Atlético, mas já sem inspirar o otimismo que existia na Cidade do Galo alguns dias atrás. Se antes da virada do ano a cúpula atleticana se mostrava animada com a possibilidade de contratar o treinador campeão da Libertadores de 2019, a indefinição do português desde então criou uma desconfiança entre os atleticanos.
 
Uma nova reunião com o treinador português vai acontecer, ainda sem data marcada, mas internamente o clube já aguarda uma resposta negativa. O Atlético tem seus trunfos para atrair Jorge Jesus: elenco forte, capacidade de investimento e até mesmo a Arena MRV. A inauguração do estádio do Atlético está prevista para maio de 2023, e o trabalho já é visando um time bastante competitivo para as duas próximas temporadas.
 
Mas não é apenas a falta de uma resposta de Jesus que trava a busca do Atlético por um novo treinador. Carlos Carvalhal foi procurado e já conversou com dirigentes atleticanos, mas sem receber proposta. No primeiro contato, o clube mineiro deixou claro que tinha uma prioridade e apenas checou a possibilidade de negociar com o técnico do Braga em caso de negativa de Jorge Jesus. Carvalhal se mostrou bastante interessado em topar um desafio no futebol brasileiro.
 
Porém, caso tente mesmo a contratação do português, o Atlético vai encontrar um novo problema. A multa de 10 milhões de euros (cerca de R$ 63 milhões) a que o Braga tem direito a receber. O treinador tem contrato com o clube até junho, e a diretoria não se mostra favorável em abrir mão de um ressarcimento. A reportagem apurou que a direção do Braga até aceita uma redução no valor, mas não está disposta a perder o treinador de graça.
 
Como o Atlético não está disposto a pagar nenhuma quantia para contratar um treinador, dentro do clube já se discute a possibilidade de buscar uma terceira opção. Mas tudo vai depender do que acontecer nas próximas horas, afinal o time alvinegro não fará nada até Jorge Jesus dar uma resposta.

Deixe a sua opinião

Leia Mais

ver todos

FUTEBOL

Clássico carioca Fluminense x Vasco abre 3ª rodada do Brasileirão

FUTEBOL

Derby Jabaquara x Santos é o destaque da terceira rodada do Campeonato Paulista Sub-15 e Sub-17

COMPETIÇÃO

Atletas do Time SP buscam índices para os Jogos Paralímpicos de Paris 2024 em torneio na capital

2
Entre em nosso grupo