Quarta, 17 de Agosto de 2022

DólarR$ 5,17

EuroR$ 5,26

Santos

25º max

16º min

A Saúde é a força que move e sustenta todos os setores da economia

Carlos Alberto Telles - Engenheiro especializado em segurança do trabalho

Carlos Alberto Telles

31/05/2022 - terça às 00h00

A pandemia causou muitos estragos, sabemos que este ano eleitoral vai gerar impactos diretos e indiretos em diversos setores. A saúde deveria ser a priorodade na agenda do governo e da sociedade, não podemos mais esperar só por discursos, precisamos de saude mais digna para todos que necessitam.

Tudo que percebemos nesses dois ultimos anos, que sem saude não conseguimos dar um passo a frente de qualquer outro setor da economia. É fato que o panorama do cenário político e econômico, não é bom. Agora é a hora de reinvidicarmos melhorias continuas e que o Sistema Único de Saude melhore a remuneração de forma mais adequada para os hospitais conveniados ao SUS, para que eles cuidem da nossa saúde e da saúde financeira dos hospitais para que eles possam dar saude as pessoas que necessitam.

O voto esta nas nossas mãos, precisamos escolher bem nossos politicos que auxiliem o nosso país a evoluir e não aos interesses deles proprios.

Estamos saindo de uma pandemia e o setor da saúde precisará se preparar a nova realidade para impedir que seres humanos sofram com os próximos surtos de doenças infecciosas. Os hospitais precisam fazer uma parada geral e reorganizar ajustes mais efetivos na origem da infecção hospitalar que existe no processamento da roupa hospitalar e não mais continuar acreditando que roupa hospitalar bem lavada elimina microrganismos.

O bacilo de clostridium difficile desde a morte de Trancredo Neves é uma endemia nacional, na hora para fazer novas camas é o que mais preocupa as autoridades de saude por sua taxa de mortalidade e pela dificuldade em elimina- los na lavagem.

Os hospitais de alta complexidade são um verdadeiro oásis em medicina, mas ainda continuam lavando roupa infectada. “Lavar Roupa Hospitalar” mudança inevitável, o método é frágil para dar o suporte as instituições de saúde. A ideia dos gestores da hotelaria hospitalar é constante na busca de oferecer uma hospedagem inspirada em hotel cinco estrelas, investem em luxo o que deveria ser obrigatoriamente técnica em desenvolver processos mais robusto que respondam a eficiência do controle da infecção em roupa hospitalar.

Apontamos que essas infecções constituem um importante problema de impacto social, altera a saude humana e a saude financeira dos hospitais e planos de saude. No Brasil existem mais de 7 mil hospitais com toda a roupa suja e contaminada de 500 mil leitos todos os dias.

 

Deixe a sua opinião

Últimas Notícias

ver todos

PRISÃO CONVERTIDA

Advogada suspeita de planejar fuga de Marcola cumprirá prisão domiciliar

ELEIÇÕES 2022

MPE ingressa com pedido de impugnação de 84 candidaturas em São Paulo

OPORTUNIDADE

Santistas podem se inscrever em curso de auxiliar administrativo com bolsa de R$ 210

2
Entre em nosso grupo