Sexta, 19 de Abril de 2024

DólarR$ 5,20

EuroR$ 5,54

Santos

21ºC

EDUCAÇÃO

Ministro da Educação lança programa Pé de Meia em SP sem a presença de Tarcísio e Feder

Embora o evento tenha ocorrido na sede da Secretaria Estadual de Educação, o governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) e o chefe da pasta, o empresário Renato Feder, não participaram da assinatura do convênio.

da Folhapress/Isabela Palhares

03/04/2024 - quarta às 15h49

Além do ministro, participaram do evento os deputados federais Tabata Amaral (PSB) e Guilherme Boulos (PSOL), pré-candidatos à Prefeitura de São Paulo. - Marcelo Camargo

O ministro da Educação, Camilo Santana, esteve na manhã desta quarta-feira (3) em São Paulo para assinar a adesão do estado ao programa Pé de Meia, uma das principais apostas do governo Lula (PT) para melhorar os resultados educacionais do país.

Embora o evento tenha ocorrido na sede da Secretaria Estadual de Educação, o governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) e o chefe da pasta, o empresário Renato Feder, não participaram da assinatura do convênio.

Santana tem percorrido todos os estados do país que aderiram ao programa, que vai conceder bolsas mensais e criar uma poupança para os alunos de ensino médio concluírem os estudos nessa etapa.

"Quero dizer, em nome do presidente Lula, independentemente de qual o partido do governador, do prefeito ou do presidente, nós precisamos trabalhar juntos pela educação. Porque precisamos enxergar quem está lá na ponta, o professor que precisa de melhorias para dar aula, o aluno que precisa de ajuda para continuar estudando", disse o ministro.

Do governo estadual, o único representante presente foi o secretário-executivo de Educação, Vinicius Neiva. Segundo ele, Feder teve um imprevisto e, por isso, não participou do evento.

A estimativa é de que cerca de 330 mil estudantes paulistas sejam contemplados no Pé de Meia. Com a maior rede de ensino do país, São Paulo é o estado com maior número de alunos aptos para serem beneficiados pelo programa federal.

"Fizemos questão de vir pessoalmente lançar o programa Pé de Meia em São Paulo, que tem a maior rede de ensino do Brasil. Só no estado vamos investir R$ 1 bilhão por ano para incentivar e garantir que os alunos possam estudar e concluir o ensino médio", disse o ministro.

Além do ministro, participaram do evento os deputados federais Tabata Amaral (PSB) e Guilherme Boulos (PSOL), pré-candidatos à Prefeitura de São Paulo.

"Eu estou muito feliz de estar aqui, eu que fui aluna de escola pública de São Paulo e agora estou nesTe palco apresentando um programa que idealizei. Eu queria lembrar que só estou aqui porque fizeram isso por mim quando era estudante", disse Tabata, que é autora do projeto de lei que deu origem ao Pé de Meia.

Deixe a sua opinião

Leia Mais

ver todos

ECONOMIA

Um em cada cinco lares recebia benefício do Bolsa Família em 2023

SAÚDE

Anvisa discute nesta sexta regulamentação de cigarro eletrônico

EDUCAÇÃO

Uso de ChatGPT no ensino exige cuidado, alerta especialista

2
Entre em nosso grupo