Terça, 21 de Maio de 2024

DólarR$ 5,10

EuroR$ 5,54

Santos

20ºC

INVESTIMENTO

Governo de SP recupera, amplia e constrói cerca de 6,4 mil km de estradas em 2023

O investimento total nas intervenções foi de R$ 6,2 bilhões. Somente o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), órgão vinculado à Secretaria de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística, executou 290 obras ao longo do ano em rodovias e vicinais

da Secretaria de Comunicação do Estado de São Paulo

27/12/2023 - quarta às 00h01

Foram quase 850 obras do DER, Artesp e Secretaria de Agricultura e Abastecimento, com investimentos de mais de R$ 6,2 bilhões - Google Maps

O Governo de São Paulo realizou mais de 850 obras de ampliação, melhoria e recuperação de rodovias, vicinais e estradas rurais em 2023. Ao todo, são 6,4 mil quilômetros de vias impactadas, o que equivale aproximadamente à distância entre a capital paulista e a cidade de Quito, no Equador.

O investimento total nas intervenções foi de R$ 6,2 bilhões. Somente o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), órgão vinculado à Secretaria de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística, executou 290 obras ao longo do ano em rodovias e vicinais, gerando 12 mil empregos diretos e outros 35,8 mil indiretos.

"Estamos investindo não apenas na melhoria da infraestrutura, mas em pontos das rodovias com demandas mais urgentes para a população. Uma via reestruturada diminui acidentes, garante melhores condições de segurança, além de estimular o escoamento da produção agrícola, entre outros benefícios", afirma a secretária de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística, Natália Resende.

As vias passaram por serviços de recuperação da pista, pavimentação, implantação de sinalização, perenização, melhorias nos traçados e implantação de sinalização horizontal.

"O compromisso do DER é melhorar a qualidade da mobilidade de pessoas e a segurança. Estas intervenções reforçam o papel de uma gestão pública estruturante, focada em avanços na malha logística e nas condições de circulação de bens e pessoas", completa a secretária.

Além disso, rodovias estaduais também receberam serviços de recuperação emergenciais da pista, adequação de sistema de drenagem, proteção e reforço de talude e reabilitação de sinalização horizontal.

A região norte do estado foi uma das que se beneficiaram com as obras. Os motoristas já podem visualizar os frutos do aporte de R$ 51 milhões nas vicinais na região de Barretos, que beneficia diretamente mais de 128 mil pessoas e promove o transporte de cultivos da agricultura familiar, produções de cana-de-açúcar e laranja, além de simplificar o acesso ao Hospital do Câncer.

Além das obras em rodovias estaduais e em vicinais, quase 850 km de rodovias e acessos concedidos e que têm supervisão da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) receberam intervenções.

Uma das vias que receberam melhoria foi a rodovia Anhanguera (SP-330), que ganhou uma faixa adicional na pista sul entre os quilômetros 21 e 23, em São Paulo. Somente nesta obra, realizada pela concessionária responsável e supervisionada pela Artesp, foram mais de R$19 milhões investidos.

"Esta faixa é muito necessária para desafogar o trânsito e contribuir com a fluidez do tráfego na região. Ela também oferece melhores serviços aos usuários, proporcionando segurança e conforto a todos que circulam pelo local", explica Milton Persoli, diretor geral da Artesp.

Já a Secretaria de Agricultura e Abastecimento realizou neste ano 492 obras em mais de 1,8 mil quilômetros de estradas rurais, beneficiando as regiões de Araçatuba, Bauru, Baixada Santista, Campinas, Central, Franca, Marília, Presidente Prudente, Registro, Ribeirão Preto, Sorocaba, São José dos Campos e São José do Rio Preto.

Deixe a sua opinião

Leia Mais

ver todos

OPORTUNIDADES

FUVEST recebe pedidos de isenção e redução de taxa de inscrição para o vestibular 2025

CHUVAS

Mais de 900 pessoas deixam casas após chuvas em Santa Catarina

DESASTRES NATURAIS

43% dos municípios do país dizem não ter preparo para eventos climáticos extremos, aponta entidade

2
Entre em nosso grupo