Domingo, 21 de Julho de 2024

DólarR$ 5,60

EuroR$ 6,01

Santos

17ºC

Covid-19

Anvisa dá aval para insumo da Fiocruz, e Brasil terá vacina contra Covid 100% nacional

Anvisa aprovou o registro de um insumo para a fabricação da AstraZeneca

Folhapress

07/01/2022 - sexta às 17h35

Segundo a Anvisa, estudos demonstraram que, ao ser fabricado no país, o insumo mantém o mesmo desempenho que a vacina importada - Myke Sena/MS

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou, nesta sexta-feira (7), o registro de um insumo para a fabricação da AstraZeneca, vacina contra Covid-19 produzida pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) no Brasil. Antes do aval, o IFA (Insumo Farmacêutico Ativo) usado para a fabricação da vacina era importado.

Na prática, a decisão faz com que o Brasil tenha a primeira vacina contra Covid de produção 100% nacional. Segundo comunicado divulgado pela Anvisa, estudos de comparabilidade demonstraram que, ao ser fabricado no país, "o insumo mantém o mesmo desempenho que a vacina importada".

A Fiocruz assinou contrato para produzir a vacina AstraZeneca no Brasil, com direito à transferência de tecnologia. O processo para conseguir autorização da Anvisa para produzir o IFA nacional teve início ainda no ano passado.

Em maio de 2021, a Anvisa concedeu à Fiocruz um certificado de Boas Práticas de Fabricação do novo insumo, o que garante que a linha de produção cumpre com todos os requisitos necessários para a garantia da qualidade do IFA. Desde então, a Fiocruz produz lotes testes para submeter à Anvisa.

A vacina produzida pela Fiocruz foi desenvolvida pela farmacêutica AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. O imunizante recebeu registro definitivo para uso no Brasil em 12 de março de 2021.

Deixe a sua opinião

Leia Mais

ver todos

USA

Kamala pede união ao Partido Democrata para derrotar Donald Trump

ALERTA

GSI emite alerta com orientações sobre apagão cibernético

TSE

Brasil terá 155 milhões de eleitores nas eleições municipais deste ano

2
Entre em nosso grupo