Sábado, 02 de Julho de 2022

DólarR$ 5,33

EuroR$ 5,56

Santos

23º max

16º min

VEJA QUEM DEVE DECLARAR

Receita recebe mais de 36 milhões de declarações do Imposto de Renda

A partir de hoje, quem não entregou documento no prazo pagará multa

Da Agência Brasil

01/06/2022 - quarta às 16h00

Das declarações entregues, a Receita Federal informou que pouco mais de 2 milhões já foram retidas para análise - (foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A Receita Federal informa que até as 24h de terça-feira, dia 31, fim do prazo de entrega, foram recebidas 36.322.912 declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2022, ano-calendário 2021. A expectativa do órgão de receber 34,1 milhões de declarações foi superada.

A partir de hoje, dia 1º, quem estava obrigado e não entregou a declaração, está sujeito à multa. O valor é de 1% ao mês sobre o valor do imposto de renda devido, limitado a 20% do valor. O valor mínimo é de R$ 165,74. A multa é gerada no momento da entrega da declaração e o contribuinte tem 30 dias para pagar. Após o prazo, começam a correr juros de mora (taxa Selic).

Quem deve declarar
São obrigados a declarar o imposto os contribuintes que receberam, em 2021, rendimentos tributáveis, sujeitos ao ajuste anual, maiores do que R$ 28.559,70. Também devem declarar o imposto aqueles que receberam, no ano passado, rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, em valor superior a R$ 40 mil, como rendimentos de aplicações financeiras, doações, heranças, partilha de divórcio, meação, indenizações, dividendos e juros sobre capital próprio; e, ainda, quem recebeu, em 2021, receita bruta anual decorrente de atividade rural em valor acima do limite de R$ 142.798,50.

Ainda é obrigado a declarar o imposto quem tinha, em 31 de dezembro de 2021, a posse ou propriedade de bens e direitos, inclusive terra nua, em valor superior ao limite de R$ 300 mil; as pessoas que obtiveram, em qualquer mês do ano passado, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência de imposto ou realizou operações em bolsa de valores.

As pessoas que tiveram lucro, em 2021, com a venda de imóveis residenciais, mas optaram por uma das situações de isenção total ou parcial de imposto de renda sobre o ganho de capital; que pretendem compensar prejuízos da atividade rural ou de operações em bolsa de valores; e quem passou à condição de residente no Brasil, no ano passado, também são obrigadas a declarar o imposto.

Malha fina
Das declarações entregues, a Receita Federal informou que pouco mais de 2 milhões já foram retidas para análise, a chamada malha fina, por algum tipo de divergência encontrada.

A partir desta quarta-feira, dia 1º, após o fim do prazo para entrega, os contribuintes já podem consultar o andamento da declaração para ver se alguma pendência foi encontrada.

Deixe a sua opinião

Leia Mais

ver todos

POLÍTICA

Projeto que limita ICMS de combustíveis pode ser votado semana que vem

ALTA NAS PASSAGENS AÉREAS

Preço de voo no Brasil chega a dobrar em relação ao pré-pandemia

MAIS ACIDENTES NA PANDEMIA

Acidentes graves com ciclistas no Brasil disparam na pandemia

2
Entre em nosso grupo