Domingo, 22 de Maio de 2022

DólarR$ 4,88

EuroR$ 5,15

São Paulo

23º max

11º min

ATENÇÃO NOS DIAS MAIS FRIOS

Baixa temperatura aumenta risco de Acidente Vascular Cerebral

Neurologista dá dicas de prevenção contra a doença

Por Lucas Campos - Redação BS9

13/05/2022 - sexta às 09h44

É preciso ficar atento aos sintomas que podem indicar um AVC - (foto: Freepik)

Estados da região Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil passarão por um clima de frio intenso a partir desta sexta-feira, dia 13, com uma frente fria que se aproxima do País e também de um ciclone extratropical que ficará estacionado no Oceano Atlântico e uma massa de ar polar que vai reforçar o frio entre os dias 17 e 19 de maio. 

E é justamente nos períodos do ano em que as temperaturas são mais frias, especialmente no outono e inverno, que, de acordo com o Instituto Nacional de Cardiologia, aumentam em até 20% o risco de Acidente Vascular Cerebral (AVC), bem como suas variações, como AVC isquêmico e o hemorrágico.

"Isso ocorre porque a pressão do corpo passa por um aumento natural no frio para o organismo manter a homeostasia (quando os vasos da pele se contraem para evitar a perda de calor), deixando as pessoas com aspecto tipicamente pálido. No verão, acontece o contrário. A pessoa tem vasodilatação periférica para perder calor e manter a temperatura corpórea, ficando com rubor ou vermelhidão”, explica o neurologista Renato Monteiro Rossi, que atua em São Vicente.

Segundo estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS), o risco de homens serem acometidos por AVC isquêmico aumenta 12% nesta época do ano, contra 11% nas mulheres. Já o hemorrágico aumenta em 28% as chances dos homens sofrerem com o problema. As mulheres aumentam sua probabilidade em 33%. Além disso, a previsão é que o Brasil seja o país com maior número de mortes por doenças cardiovasculares em 2040.

Dessa forma, Renato afirma que é preciso ficar atento a sinais como fraqueza e formigamento apenas em um lado do corpo (podendo ser na face, braços ou pernas), alterações na fala ou na compreensão e dor de cabeça súbita sem causa aparente, que podem ser sintomas de AVC. Por isso a prevenção é a principal aliada contra a doença e dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia revelam, por exemplo, que a ingestão de frutas e legumes diariamente reduz em aproximadamente 20% a mortalidade por AVC. 

"Para prevenir o AVC, é indicado manter uma vida saudável, incluindo uma boa alimentação, consumo de água, prática regular de atividade física, evitar vícios como cigarro, bebida e drogas, além de controlar o peso e diminuir o risco de doenças como pressão alta, diabetes e colesterol alto. Exames preventivos também são fundamentais, pois muitas doenças podem ser silenciosas em um primeiro momento, sendo descobertas somente após o derrame já ter acontecido".


 

Deixe a sua opinião

Leia Mais

ver todos

OPORTUNIDADE

Guarujá oferece curso de qualificação profissional de graça para as mulheres

DIVERSÃO GARANTIDA

Saiba como exercitar os cãezinhos sem sair de casa

SANTOS

Cidade ingressa em grupo que busca soluções de saneamento básico

2
Entre em nosso grupo