Quarta, 17 de Agosto de 2022

DólarR$ 5,17

EuroR$ 5,26

Santos

25º max

16º min

SE RETRATOU

Jornalista do Sportv pede desculpa a Abel Ferreira por criticar comentário

Ele pediu desculpas após ter criticado uma declaração do técnico do Palmeiras sobre o VAR

Da Folhapress

25/07/2022 - segunda às 13h00

"Começo a ver muita confusão com o VAR. Gols que são validados e voltam atrás. O VAR só tem que entrar quando é algo escandaloso", comentou Abel - (foto: Cesar Greco/Palmeiras)

O jornalista Carlos Eduardo Mansur, do 'Sportv', usou as redes sociais para se retratar publicamente por um comentário feito sobre Abel Ferreira. Ele pediu desculpas após ter criticado, no programa 'Troca de Passes', uma declaração do técnico do Palmeiras sobre o VAR.

"Fui muito injusto com Abel Ferreira aqui. Revendo a coletiva, ele se referia a lances subjetivos como o do jogo do Flamengo. E não ao impedimento do jogo do Palmeiras", afirmou. Ele acrescentou que também fará a correção ao vivo no 'Redação SporTV'. "E peço desculpas pelo erro", completou.

No domingo, dia 24, após a vitória do Palmeiras sobre o Inter por 2 a 1, o treinador português disparou contra o VAR na coletiva de imprensa. No duelo válido pela 19ª rodada do Brasileirão, a tecnologia anulou um gol de Murilo por um impedimento milimétrico.

"Gostaria de perguntar onde é que pararam o frame [no lance do impedimento do gol de Murilo]. Só espero que esse campeonato seja resolvido dentro das quatro linhas. As duas equipes têm de ser protagonistas, e não uma terceira. Que seja resolvido pelas equipes dentro de campo, não pelo VAR", disse o técnico.

"Começo a ver muita confusão com o VAR. Gols que são validados e voltam atrás. O VAR só tem que entrar quando é algo escandaloso", emendou Abel.

Na sequência, ele ironizou ao questionar se o árbitro de vídeo era o mesmo do clássico contra o São Paulo, pela Copa do Brasil.

"Perguntei ao juiz se este VAR era o mesmo do [jogo contra] o São Paulo. Depende de onde pararam o frame. Peço a quem está a frente dessa organização que faça um esforço. Não sei se também estão cansados, porque realmente é muito jogo. Eles também têm esse direito, mas espero que o campeonato seja resolvido dentro das quatro linhas", encerrou Abel.

No Choque-Rei válido pela partida de volta das oitavas de final do torneio, o VAR não traçou a linha de impedimento na jogada que resultou no pênalti sofrido por Calleri. A penalidade foi convertida e levou o duelo para a disputa por pênaltis, que terminou com a classificação do São Paulo. Após o confronto, a CBF reconheceu o erro no software.

O QUE MANSUR DISSE

"A forma como ele se referiu à questão do VAR, para mim ele desinforma. Ele cria desinformação. 'Ah, o VAR é pra quando é escandaloso?', é com relação a lances de interpretação. Todo gol é checado, e se há impedimento... O protocolo não fala em impedimento de dez centímetros ou de um. Determina que deve ser traçado a linha", exclamou o jornalista, no 'Troca de Passes'.

"O campeonato está sendo jogado sobre essas regras. É um pacto que todo mundo aceitou no início, jogar com esse software, com esse tipo de verificação de impedimento. Produzir desinformação para criar uma narrativa de vitimização não contribui em nada", finalizou Mansur.

Deixe a sua opinião

Leia Mais

ver todos

RETOMADA

São Paulo se reconstrói após crise de lesões e Ceni ganha fôlego para decisões

MEDALHISTA

Handebol feminino de PG vence Diadema e conquista bronze nos Jogos Regionais

DECISIVO

Athletico-PR e Flamengo decidem quem vai à semi da Copa do Brasil

2
Entre em nosso grupo